VICIADOS EM CORRIDA & CICLISMO: Yoga reduz estresse e é uma grande aliada na prática da corrida

terça-feira, 17 de novembro de 2015

Yoga reduz estresse e é uma grande aliada na prática da corrida

Especialista explica os benefícios dessa prática

Por: webrun

A maioria das pessoas realizam diversas tarefas no dia a dia e muitas vezes esquecem de cuidar da saúde do corpo e da mente. Para isso, uma boa alternativa pode ser a yoga, que é uma disciplina de meditação oriental. De acordo com Sandro Bosco, professor de meditação e yoga, o principal objetivo dessa prática é trazer saúde e bem estar para as pessoas. “À medida que a pessoa reduz o estresse, porque modifica o padrão respiratório e gera mais endorfina através do alongamento, ela diminui o agente causador de grande parte dos problemas de saúde”, diz. 

O principal objetivo da yoga é trazer saúde e bem estar para as pessoas. Foto: koszivu/Fotolia
O principal objetivo da yoga é trazer saúde e bem estar para as pessoas. Foto: koszivu/Fotolia
O especialista ainda afirma que a yoga traz inúmeros benefícios para os corredores, mas que isso varia de acordo com a linha de Hatha Yoga (centrada no trabalho de corpo) escolhida. “Eu ensino o Hatha Yoga baseado no alinhamento de BKS Iyengar que é um mestre indiano. O praticante de corrida pode fazer as séries antes e depois da atividade e isso vai reduzir muito a propensão de lesões”, explica Sandro. 

Segundo o professor, essa prática aumenta a condição física e respiratória do esportista, afinal os espaços do diafragma e dos pulmões estão diretamente posicionados de acordo com a coluna vertebral. “O Hatha Yoga baseado no método de alinhamento do Iyengar vai firmando a coluna e criando espaço nela, assim há melhora na respiração, que é um elemento fundamental na prática da corrida”, afirma. 

Essa prática aumenta a condição física e respiratória do esportista. Foto: kurapatka/Fotolia
Essa prática aumenta a condição física e respiratória do esportista. Foto: kurapatka/Fotolia
Vale destacar que o praticante da yoga trabalha com flexões, extensões e torções, sendo que isso pode ser realizado em três posições: sentada, deitada e invertida. Sandro enfatiza que isso traz um bom equilíbrio hormonal para os esportistas. “Obtém-se uma qualidade máxima de irrigação sanguínea na parte mais nobre do corpo, que é coração, pulmões e glândulas como timo e hipófise.

A questão do controle do estresse também aumenta, porque os exercícios respiratórios e as posturas fortalecem o sistema nervoso”, fala o especialista. 

Por fim, a recomendação de Sandro é que a pessoa opte por um professor ou mestre que tenha um método definido, sem misturas. Mas, para quem é iniciante está liberado experimentar os diferentes tipos de yoga para ver qual é o mais adequado ao seu corpo ou ritmo de vida. 

Importante também frisar que o praticante deve tomar muito cuidado ao fazer uma postura, principalmente quando sai dela. “Existem pesquisas de que os acidentes dentro de uma sala de yoga ocorrem mais quando você sai da postura. Para isto, um professor bem capacitado pode te ensinar como entrar, permanecer e sair da postura com segurança”, finaliza.


GOSTOU DESTA POSTAGEM, QUER RECEBER AS NOVIDADES EM PRIMEIRA MÃO? ENTÃO CADASTRE SEU E-MAIL LOGO ABAIXO:

Cadastre aqui seu email:

Cortesia de FeedBurner

Nenhum comentário:

Postar um comentário